• EN
  • PT
  • Dentro da teoria do Feng Shui, a reorganização espacial de uma residência promove maior equilíbrio entre yin yang, ativando a circulação das energias, mantendo aquilo que é positivo e liberando aquilo que é negativo.

    Essa corrente de pensamento tem origem na China há mais de 4000 anos e significa, literalmente, vento e água. Seus mestres e estudiosos acreditam que cada casa ou terreno tem uma vibração específica que interage e interfere nas nossas vidas de forma direta ou indireta, afetando nossa saúde, produtividade, mente e relacionamentos. Apesar de não ter nenhuma comprovação científica, para muitos o Feng Shui se assemelha às outras práticas da medicina tradicional chinesa, pois visa a cura ou solução de problemas específicos através de intervenções pontuais ou conjuntas que pretendem corrigir a fonte de negatividade e permitir mais harmonia.

    O Feng Shui proporciona melhor funcionamento dos aspectos visíveis e invisíveis agindo da seguinte forma:

     

    Os aspectos visíveis são aspectos materiais, capazes de serem modificados fisicamente. Os aspectos invisíveis são as interações e influências energéticas que acontecem num espaço. Mesmo não sendo concretos, sua medição acontece através de cálculos matemáticos e observação de campos eletromagnéticos.


    Cada ambiente da casa possui uma função com móveis que as representam.

    Nos quartos a cama é o móvel principal e precisa estar em evidência, o que se chama de posição de comando. Nesse caso, evita-se usar a cama de costas ou de frente diretamente para a porta.

    Na circulação e entradas aconselha-se a não obstrução dos caminhos, deixando o fluxo de energia fluindo naturalmente.

    Nos banheiros, mantenha os sanitários e portas sempre fechados. Pois, nesse ambiente geralmente há fluxo de energias de descartes e é preciso manter a casa devidamente separada desses pontos.

    Evite espelhos que refletem a cama, isso drena a energia vital ao invés de permitir o acumulo dela em sua vida.

    Atualmente existem várias escolas e vertentes do Feng Shui, as mais conhecidas são:

    O Gua é um tipo de mapa que é usado sobre a planta de um ambiente para corrigir e sugerir mudanças. Possui oito lados relacionados à diversas áreas da vida humana, tais como:

    Cores: Preto e Azul-Escuro – Forma: Sinuosa – Elemento: Água

    Cores: Branco, Cinza e Preto – Forma: Redonda – Elemento: Metal

    Cores: Branco e Pastel – Forma: Redonda – Elemento: Metal

    Cores: Rosa, Branco e Vermelho – Forma: Quadrada – Elemento: Terra

    Cores: Vermelho – Forma: Triangular – Elemento: Fogo

    Cores: Roxo, Púrpura – Forma: Retangular – Elemento: Madeira

    Cores: Verde – Forma: Retangular – Elemento: Madeira

    Cores: Azul, Violeta e Verde – Forma: Quadrada – Elemento: Terra

    Para ativar algum Gua específico, basta identificar seu local na residência e decorá-lo com objetos nas cores e formas correspondentes.

    Também há a possibilidade de acrescentar alguns elementos e símbolos da sorte.

    Source: silvanaocchialini

    O Ba Gua tem a função de proteção rebatendo as energias negativas para fora da casa. Deve ser posicionado acima da porta de entrada.

    Existem alguns elementos que também são muito utilizados na prática de Feng Shui, dentre eles:

    Source: Unplash

    Usado por sua resistência e força que aumentam com o tempo, o bambu tem significado de vida longa, prosperidade e flexibilidade.

    O Buda sorridente tem a capacidade de absorver e transmutar as energias de conflito, problemas e infelicidades. Pode ser colocado em halls de entrada sempre voltados para a porta principal.

    Source: Unplash, @kadh

    Por ter a capacidade de refletir a luz em diversas cores, o cristal é uma peça atribuída a cura e ativação da força vital. Pode ser usado em varandas, pendurado nos centros de cada cômodo ou perto de batentes de porta ou janelas.

    O som e movimento da água reativam a força vital, além de trazer prosperidade e sorte. É usado em entradas de edificações e jardins.

    Source: Lee Classical Feng Shui

    Esse símbolo une os formatos da energia do céu (redondo) e da energia da terra (quadrado). O fio vermelho representa a força Yang trazendo riqueza e sorte.

    Source: pngwing

    O nó infinito tem origem no Budismo tibetano e representa os laços de compaixão, interdependência entres os indivíduos e o movimento de renascimento.

    Source:medium

    O sino dos ventos é utilizado para enaltecer a força vital e espantar energias negativas. Pode ser usado tanto em ambientes externos quanto internos.

    Por sua rica tradição e conhecimento milenar, o Feng Shui é um conjunto de práticas e observações do espaço, que quando usado com sabedoria, pode acrescentar qualidade de vida para o seu dia a dia.

    Vale ressaltar que Feng Shui vai além de meras regras de decoração simplificadas por sites e mídias em geral. Sua determinação surge da avaliação e analises específicas que se baseiam em fundamentos da cultura oriental. Portanto, seu uso deve ser com responsabilidade e respeito, afim de valorizar a tradição e o costume milenarmente difundido em outras culturas.

    Então, procure um profissional que possa lhe esclarecer e lhe aconselhar no emprego de suas técnicas devidamente.

    Diego Pacheco, diego@goesto.co
    Arquiteto e Designer de Interiores

    FONTES:
    https://casavogue.globo.com/Interiores/Ambientes/noticia/2019/02/feng-shui-o-que-e-e-principais-dicas-para-harmonizar-energia-da-sua-casa.html
    https://www.personare.com.br/feng-shui

    We Transform Things.

    Start your project today